Finalmente o NATAL!
das minhas épocas favoritas, sem dúvida! Sei que nesta altura do ano, pareço uma criança maluquinha com tudo, quer com os presentes, com as comidas, com a família reunida... basicamente com tudo!
Esta sempre foi uma época bastante importante na minha família, apesar de com o passar dos anos ter sentido que foi ficando um pouco diferente e talvez perdendo um pouco do brilho, pois algumas estrelinhas que estavam connosco foram para outros céus, mas sempre me senti com o o objectivo de fazer com que isso não estragasse de forma alguma o espírito que se deve sentir neste momento... assim eu e a minha irmã ficámos sempre encarregues de coisas como a árvore de natal, doces, presentes...
Adoro receber e dar presentes, não gosto de fazer coisas simples, como comprar um presente num aloja, embrulhar e pumba está! Não, eu gosto de embrulhar 3, 4 vezes para me certificar que a pessoa só descobre o que é na altura (talvez porque eu tento sempre descobrir antes), gosto quando temos que procurar o presente... Quando estou a abrir os presentes, gosto de rasgar o papel e saber que aquela pessoa teve preocupação para comigo, em pelo menos me oferecer alguma coisa... é Maravilhoso!
Esta altura do ano, para mim também representa....FÉRIAS! e que saudades de casa eu tinha, voltar e só ir "para o ano" (literalmente), as últimas semanas foram desgastantes, muito mesmo!
Então em primeiro lugar há quase um mês que a minha "panela" está  sem gás, resumindo é uma situação bastante complicada e vejamos uma coisa, na minha opinião, a partir do momento em que alguém aluga a uma casa, a estudantes ou não, há responsabilidades que são necessárias ter, e não é mandar as culpas e responsabilidades de pessoa em pessoa e dizer literalmente "São jovens arranjam-se bem!", são este tipo de faltas de respeito que me deixam bastante orgulhosa do país em que estamos, realmente somos jovens não significa que os nossos pais, que nos pagam os estudos, casa, despesas e transporte, tenham que ser explorados e pagar casas cujos senhorios se estão bem a marimbar para quem lá mora e para as condições da casa... concluindo, acho que no final deste ano lectivo as Pipocas se irão deslocar para uma "panela" diferente :)
Tirando isso, foram semanas de frequências trabalhos, e fiquei um fim-de-semana a casa, então, na sexta-feira, assim que me meti a caminho do meu querido e adorado Porto, com o meu Xu, foi a felicidade extrema! E ser recebida por um abracinho da mãe, avó e mana :):) Aiaiai nem digo como foi bom!
então tendo em conta que eram férias, lá fomos nós ao SUSHI, hmhmh  que bom... a minha mãe (contra tudo o que pensei) adora sushi e então fomos encher a barriguinha :)
e Sábado resumiu-se a comprar prendas de natal, uma delas a minha...mas mostro no Natal :') e como Natal para mim sempre foi sinónimo de CIRCO, a noite se Sábado, foi passada no coliseu do Porto... claramente no circo, com uma óptima companhia :)
Se entretanto não nos "falarmos" maias, desejo um Feliz Natal a todos, como muito carinho, amor e sorrisos, sejam felizes nesta época, muitas prendinhas (acho que fazem parte)!



Tenho uma irmã mais velha do que eu...o que era um tédio quando era pequena, queria ser como ela como é lógico! Acho que todos os irmãos mais novos têm este tipo de problemas, achava sempre que a minha irmã era mais beneficiada do que eu, que tinha mais atenção e assim, para ser sincera acho que não gostava assim muito da irmã! Até ao dia em que soube a que ia estar longe da minha irmã durante 4/5 anos (supostamente).
Quando passei para o 5º ano, a minha irmã entrou na Universidade...em AVEIRO! E foi aí, no dia em que a fomos levar e deixar, que apanhei o choque, não ia ter aquela presença sempre comigo, não ia ter as nossas zangas habituais ... não estava preparada para tal. Assim a deixei e começamos a viagem de volta ao Porto, nunca mais nada foi igual... Para adormecer tinha que ter uma peça de roupa dela comigo, cheguei a adormecer agarrada a fotografias dela, senti-a mesmo falta dela!
A partir daí, a minha irmã passou a ser a minha melhor amiga, o meu maior exemplo, uma das pessoas que mais amo na minha vida!
Assim que era fim-de-semana, eu ficava ansiosa, se ela saía, senti-a que não estava tempo nenhum comigo no fim-de-semana... Foram 2 anos (dado que a minha irmã mudou de curso) muito complicados, por muitas razões, mas as saudades da minha irmã eram mesmo difíceis de ultrapassar.
Desde que ela voltou para o Porto, que não nos largamos... a minha irmã sabe tudo, tudo, tudo sobre mim, é como se eu precisasse contar-lhe tudo para me sentir tranquila. Existem pessoas que nos dizem que nunca viram uma relação assim, e como é lógico eu fico toda orgulhosa :') saímos à noite juntas (poucas vezes dado que os gostos musicais não são muitooooo parecidos), vamos a concertos, compras, cinema, tudo juntas!
Não sei se a minha irmã sabe, mas tenho mesmo muito orgulho nela, se gostava de ser como alguém era sem dúvida como ela! Já passou por fases difíceis, já me preocupei com ela de uma forma inexplicável, mas ea é sem dúvida a MULHER mais linda da minha vida, quem eu adoro e sei (porque tenho a certeza) que vai estar sempre comigo!
Trago na minha cabeça (visto que quem está longe agora sou eu) o sorriso dela, que me alegra sempre alguma coisa não está bem!
Sei que nada pode mudar o que sinto e é sem dúvida um ORGULHO PARA MIM! ly SIS <3




Arquivo do blog

Catarina Couto. Com tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog