Venezia!

/
0 Comments
       Dia 29 de Novembro finalmente se cumpriu a primeira grande viagem de Itália, Forlì-Veneza!
 Confesso que não era um dos sítios que mais esperava conhecer, mas sem dúvida superou todas as pequenas expectativas que tinha.

     Quase tudo foi preparado com muito pormenor, a primeira escolha difícil, o quarto! A grande dúvida era se o melhor local para passar uma noite seria o centro ou Mestre (a 10km de Veneza). Tendo em conta a grande diferença de preços a escolha foi Mestre.
     


      Assim Nuova Locanda Belvedere , um quarto para 4 pessoas, para duas noites ficou apenas a 26,25€ cada um (o que considero bastante barato). É verdade que não se pode considerar um "hotel", mas para uma noite estava excelente, 1 beliche e 1 cama de casal, uma casa de banho no quarto, uma sala de convívio e um terraço bastante agradável, quarto com ar condicionado e televisão. A parte pior, tivemos que "pedir emprestado" uma extensão para que os 4 pudessemos carregar os telemóveis, sem esquecer que a entrada era assustadora. 




       Quanto aos transportes, não nos cansamos de dar dinheiro a ganhar à Trenitalia, a viagem foi um pouco cansativa, sendo que demoramos cerca de 3 horas a chegar e em bilhetes de comboio gastamos cerca de 45€. Mas era, sem dúvida a hipótese mais rentável.


      Por muito que haja um percurso delineado, é impossível não nos perdermos em Veneza, todas as ruas são iguais, e todas vão dar a água, por isso o ideal é deixarmo-nos levar pela multidão de pessoas. 1

   Mas sem dúvida que o que marca estes dois dias foi a viagem de... gôndola! E aí, há alguém que não sonhe em andar de gôndola em Veneza? Ninguém...
O custo de todas as gôndolas é de 80€ a dividir no máximo por 6 pessoas, sendo que a viagem dura 35 minutos. E foi a melhore experiência lá



      Mas continuando a viagem, andamos em ruas tão estreitas, mas com tantas pessoas que chegava a ser arrepiante pensar "passamos os dois?"



    Quanto à Piazza San Marco, foi um pouco a desilusão. Vimos-la de noite e de dia e parecem sítios diferentes. De dia, a confusão, os vendedores, as filas para entrar nos sítios, mas uma arquitetura magnífica. À noite, a magia da música ao vivo, das luzes, da calma, faz lembrar um palco onde irá começar um grande espetáculo.
E quem vai com a brilhante ideia de se sentar a beber ou a comer num dos belos restaurantes desta Piazza, que se desengane, aqu pagamos por nos sentarmos numa esplanada... 




É impossível não ficar fascinado com a quantidade de máscaras que se estão expostas em todas as montras de todas as lojas, lindíssimas e caríssimas. Todas as crianças tinham uma máscara e seria o presente perfeito apra trazer para casa, mas não é possível.

Foi sem dúvida um excelente fim-de-semana, em muito boa companhia, num local magnífico. 



PS: Só não foi perfeito porque tu não estavas lá! Mas fica a dica: ser pedida em casamento em Veneza era giro ;) <3




You may also like

Arquivo do blog

Catarina Couto. Com tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog